Ultimatum futurista

ultimatum futuristaE na nossa sensibilidade actual tudo o
que não fôr explosão não existe.
(...)
A guerra é o ultra-rialismo positivo.
(...)
É a guerra que accorda todo o
espirito de criação e de construção
assassinando todo o
sentimentalismo saudosista e
regressivo.
(...)
É a guerra que apaga todos os idiaes
românticos e outras formas literárias
ensinando que a unica alegria é a vida.

-----------------------------------------------------
José de Almada Negreiros. Lisboa: Seara Nova, 3,
1979, p. 144.

Lélia Parreira. Ultimatum futurista.
Impressão, acrílica e colagem sobre tela.
Dimensões: 0,95 x 0,74 m. 2017.

© 2010 /2018 - Todos Direitos Reservados à Lélia Parreira